Um encontro de gerações, passado, presente e o futuro da educação cooperativista em busca da discussão de temas e cenários importantes dentro do setor. Foi assim, com esse cenário, que teve início nessa quarta-feira (11/11), na Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo – Escoop, a 2ª Semana Acadêmica da instituição.

Na abertura oficial do evento, o diretor geral da Escoop, Derli Schmidt, destacou a importância da Semana para a discussão acadêmica de temas importantes do cooperativismo. Segundo ele, a cada edição a Faculdade vai aprendendo a fazer melhor.

O diretor geral da Escoop enalteceu a presença do jesuíta e professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (PPGCS/Unisinos), José Odelso Schneider, e do presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius.

Após o discurso de abertura, Vergilio Perius saudou os presentes e chamou atenção para uma pauta política importante que está em andamento. O dirigente explanou sobre o projeto de redução de recursos do Sescoop (e dos “S” do Sistema) que corre em Brasília (DF). Segundo ele, o movimento cooperativista, incluindo a Academia, deve defender o Sescoop e a manutenção de seus recursos.

Perius ressalta que o Sescoop/RS aplica com responsabilidade seus recursos na consecução de suas atividades finalísticas e que qualquer redução trará sérios impactos nos serviços de natureza pública prestados. De acordo com o dirigente, o cooperativismo cresce e se fortalece ainda mais em épocas de crise, o que se reflete nos números do setor. No Rio Grande do Sul, as cooperativas somam 2,6 milhões de associados e geram 58,4 mil empregos diretos, com um faturamento de R$ 31,2 bilhões em 2014, o que representa um crescimento de 10,67%. “O cooperativismo é o futuro”, afirmou.

2015_11_11_Semana_Acadêmica_Int_0042_L

A importância da Academia para o desenvolvimento regional

Impulsionado por um cenário de expansão de negócios e de desenvolvimento do cooperativismo gaúcho, o padre jesuíta e professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Unisinos, José Odelso Schneider, apresentou o painel “Presente, passado e futuro do Cooperativismo. A importância da Academia para o desenvolvimento regional”.

Schneider explanou sobre o contexto histórico do cooperativismo e a contribuição de personagens importantes no surgimento e na consolidação do movimento no RS e no Brasil, como o padre Theodor Amstad, religioso suíço que se estabeleceu no Estado e, junto com um grupo de produtores rurais familiares, fundou em 1902, em Nova Petrópolis, a primeira cooperativa de Crédito do Brasil e da América Latina, a Sicredi Pioneira RS.

Identidade das Cooperativas
Segundo o padre José Odelso Schneider, as cooperativas não visam somente vantagens econômicas, elas operam e funcionam num processo de equilíbrio, transcendendo as caraterísticas de uma empresa capitalista e atuando numa dimensão social e comunitária. “A cooperativa é ao mesmo tempo uma associação de pessoas e uma empresa. Toda empresa se compõe desses dois pulmões”, explica Schneider, destacando que no cooperativismo as sobras ficam nas comunidades em que as cooperativas atuam, ajudando a desenvolver as mesmas e propiciando retorno para o associado, que nesse modelo social-econômico é dono do seu próprio negócio, com voto e poder de decisão na Assembleia Geral.

Além do painelista e dos debatedores, Vergilio Perius e Derli Schmidt, estiveram presentes na abertura da Semana Acadêmica o coordenador de Ensino, Pesquisa e Extensão da Escoop, Mario De Conto, professores, alunos e graduados da instituição e colaboradores do Sistema Ocergs-Sescoop/RS.

Você se forma e o mundo se transforma: A contribuição da Educação Cooperativa ao desenvolvimento

Nesta quinta-feira (12/11), ex-alunos de graduação e pós-graduação da Escoop apresentam o painel “Você se forma e o mundo se transforma: A contribuição da Educação Cooperativa ao desenvolvimento”, que contará com a presença de Zigomar como o mediador.

Espaço para apresentação de trabalhos dos acadêmicos da Escoop

Além de realizar a 2ª Semana Acadêmica, a Escoop promove amanhã (13/11) a 2ª Mostra de Iniciação Científica, com a exposição e apresentação oral de trabalhos realizados pelos acadêmicos da Escoop e de instituições convidadas.

Compartilhar: