Dia da Consciência Negra é pauta no Sistema Ocergs

Com o objetivo de proporcionar uma reflexão sobre os impactos do racismo no Brasil, o Sistema Ocergs promoveu na tarde dessa segunda-feira (20/11), no Dia da Consciência Negra, uma live com colaboradores da instituição. O tema foi conduzido pela professora convidada Alene Silva da Rosa, doutoranda em Política Social e Direitos Humanos pela Universidade Católica de Pelotas e Cinara Neumann Alves, professora da Escola Superior do Cooperativismo – Escoop.

Dados da pesquisa Percepções sobre o racismo no Brasil, realizada pela Inteligência em Pesquisa e Consultoria Estratégica (Ipec), sob encomenda do Instituto de Referência Negra Peregum e do Projeto Seta (Sistema de Educação por uma Transformação Antirracista), apontam que 96% das pessoas entrevistadas consideram as pessoas pretas como o grupo que mais sofre racismo no Brasil, seguido pelos povo indígenas (57%), imigrantes africanos (38%), quilombolas (29%) e pessoas pardas (23%).

Estudos e pesquisas como essa reforçam a importância sobre espaços de discussão e conscientização sobre o racismo no contexto nacional. Dentre as pessoas respondentes da pesquisa, 44% consideram que a raça ou etnia consistem no principal fator gerador de desigualdades no Brasil.

Desde que foi fundada, a Escoop realiza um evento alusivo ao Dia da Consciência Negra. Neste ano fizemos um evento voltado para o público interno, para que nós, enquanto agentes do sistema cooperativista possamos refletir nossas ações em uma sociedade onde o racismo está nas estruturas diárias. E não é possível fazer isso sem ouvir outras histórias, para encerrar um ciclo de reproduções de histórias únicas e começarmos a produzir histórias plurais. A professora Alene, em sua fala, lança mão de pontos iniciais de discussão e reflexão que nós seguiremos abordando e trabalhando na construção de uma sociedade mais digna e livre de preconceito e violência, afirma a professora Cinara.

Comitê da Diversidade

Promover a diversidade, o pluralismo e a tolerância no ambiente de trabalho e consolidar ações que sirvam de referência para o sistema cooperativo. Com esse objetivo, o Sistema Ocergs lançou no dia 27 de julho o Comitê da Diversidade.

O comitê conta com colaboradores de diferentes áreas de atuação e busca construir um ambiente mais inclusivo. Dentre as funções, o Comitê irá receber informações, demandas e eventuais denúncias oriundas de qualquer membro da organização, bem como apresentar sugestões de encaminhamento a essas demandas.

Quer saber mais?

Entre em contato pelo e-mail: relacionamento@escoop.edu.br e saiba mais detalhes.

CONFIRA TAMBÉM

Pesquisa sobre inovação quer ouvir cooperados | InovaCoop

Pesquisa sobre inovação quer ouvir cooperados | InovaCoop

Pesquisa sobre inovação quer ouvir cooperados | InovaCoop Estudo busca detectar tendências e desafios para os próximos anos Com o intuito de manter o coop em movimento, o Sistema OCB abriu a Pesquisa de Inovação do Cooperativismo Brasileiro. O estudo está em busca de...