A Escoop recebeu na manhã desta terça-feira (26/9), a visita de uma comitiva de 34 alunos da turma do curso de Pós-Graduação em Gestão de Cooperativas, promovido pelo Sistema OCB/MT, através do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Mato Grosso – Sescoop/MT. A viagem fez parte do Módulo do MBA ‘Visita Técnica – Vivências em Cooperativismo’, e teve como objetivo proporcionar aos alunos, conhecimento e experiências do mundo cooperativo no Rio Grande do Sul, Estado que é considerado o berço do cooperativismo.

O superintendente do Sistema OCB/MT, Adair Mazotti, ressaltou a parceria com o sistema cooperativista do Rio Grande do Sul e o trabalho de intercâmbio no processo de educação desenvolvido junto à Escoop.

A comitiva mato-grossense assistiu à palestra “Objetivos do Módulo Vivências Cooperativistas”, com a analista técnica do Sescoop/RS, Ubiracy Ávila, que destacou a importância da visualização de novas realidades e tendências, da realização de contatos com cooperativas tidas como referência, além da possibilidade de aplicar novos conhecimentos na área de gestão e multiplicar vivências e conhecimentos através de ações regionais.

Na sequência, o grupo prestigiou a palestra “Diretrizes e Estratégias na Formação Profissional”, ministrada pelo diretor geral da Escoop, Derli Schmidt. Ele defendeu que a faculdade é uma instituição de ensino superior que vai preparar o cooperativismo para o século 21. E destacou a recente avaliação divulgada pelo Ministério da Educação, que atribuiu conceito 4 (numa escala até 5) para a Escoop, colocando a instituição entre as mais bem avaliadas faculdades do País.

Expressão do Cooperativismo Gaúcho

O presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius, agradeceu a presença de todos e explanou sobre o cenário do cooperativismo no Rio Grande do Sul. Perius ressaltou o crescimento do cooperativismo no Estado. “Em 2016, as cooperativas do Rio Grande do Sul apresentaram crescimento de 14,22% em relação ao ano anterior e registraram faturamento de R$ 41,2 bilhões. O desenvolvimento do cooperativismo gaúcho se reflete no aumento dos seus ingressos, que nos últimos cinco anos registrou uma expansão de 76%”.

Perius também ressaltou a solidez do sistema cooperativista no RS, evidenciada pela evolução do patrimônio líquido, que em 2016 alcançou R$ 12,1 bilhões, o que representa um aumento de 12,76% em relação a 2015. Quanto aos ativos, o dirigente destacou o acréscimo de 11,79% entre 2015 e 2016.

Programação

O roteiro da visita técnica incluirá também visitas às cooperativas Sicredi Pioneira RS, Cooembompa, Santa Clara, em Nova Petrópolis, e a Cooperativa Vinícola Aurora, em Bento Gonçalves.

Compartilhar: