Recentemente foi aprovado, perante o Fundecoop – Fundo Solidário de Desenvolvimento Cooperativo, o estabelecimento do Núcleo de Pesquisa na Escoop nos próximos três anos (2016 a 2018), como atividade preparatória à criação do Curso de Mestrado Profissional em Gestão de Cooperativas, previsto para o ano de 2019.

O Núcleo de Pesquisa é formado por representantes do Sistema Cooperativista Brasileiro para a definição e acompanhamento dos Projetos de Pesquisa estratégicos a serem desenvolvidos dentro da linha de pesquisa da Escoop, ligados à Gestão Estratégica de Cooperativas. O objetivo é garantir a integração entre as atividades de pesquisa realizadas pela Escoop e as necessidades das cooperativas.

O formato do Mestrado privilegiará que as pesquisas realizadas sejam efetivamente direcionadas para a solução de problemas reais das cooperativas. Assim, além das pesquisas realizadas contribuírem de forma prática para atender ao desenvolvimento de cooperativas em âmbito nacional (em temas relacionados à gestão e governança), os egressos do curso poderão lecionar em instituições de Ensino Superior, difundindo o conhecimento em instituições de ensino por todo o País.

Nesse sentido, no dia 16 de junho, no auditório da Escoop, os alunos de graduação da Escoop assistiram às apresentações de projetos de pesquisa que estão sendo desenvolvidos por quatro professores do Núcleo de Pesquisa do Mestrado. Na ocasião, os professores apresentaram seus temas de pesquisa, problema, objetivo e metodologia aos alunos, a fim de selecionar bolsistas para auxiliar nos trabalhos. Para o coordenador de Ensino, Pesquisa e Extensão da Escoop, Mário De Conto, essa é uma ótima oportunidade que os alunos terão de terem contato com a pesquisa, os professores, entrarem na iniciação científica e ter o nome vinculado a publicações. “A pesquisa acadêmica nos ajuda, acima de tudo, a pensar, problematizar. O aprendizado é, além de acadêmico, para a vida toda”, concluiu.

Contabilidade
A doutoranda em Controladoria e Contabilidade pela FEA USP/SP, Paola Richter Londero, apresentou seu projeto na área de “Pesquisa de Contabilidade para usuários externos”. Paola pesquisa como os retornos econômicos e sociais gerados aos cooperados pelas sociedades cooperativas agropecuárias devem ser reconhecidos, mensurados e evidenciados pela contabilidade.

O objetivo de sua pesquisa é investigar o tratamento contábil dado aos retornos econômicos e sociais gerados pelas cooperativas, sua consequência, limitação e sugestões de alternativa de tratamento, viabilizando uma abordagem contábil adequada. A pesquisa será feita através de pesquisa exploratória de literatura nacional e internacional, análise documental, levantamento através de entrevistas e estudos com múltiplos casos.

Intercooperação na Cadeia do Leite
O doutor em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos, na linha de pesquisa da “Economia da Cooperação – redes horizontais de cooperativas agroalimentares”, Heitor José Cademartori Mendina, apresentou o projeto de pesquisa “Aplicação de Framework para incentivar a intercooperação em redes de cooperativas agroindustriais da Cadeia do Leite”.

O projeto tem como principal foco, estudar como otimizar os aspectos positivos e minimizar os negativos na intercooperação em redes de cooperativas agroindustriais da cadeia do leite. Para isso, serão utilizadas as metodologias de identificação dos casos e das unidades de análise, levantamento de informações das redes e cooperativas estudadas, elaboração do questionário de pesquisa e validação do questionário de pesquisa.

Uma universidade empreendedora
O doutorando bolsista Capes-Prosup do Programa de Pós-Graduação em Administração da Unisinos, Deivid Ilecki Forgiarini, na linha de pesquisa de Universidades Empreendedoras e os Sistemas Regionais de Inovação, apresentou seu projeto “Escoop – modelo de universidade empreendedora na difusão da excelência de gestão no cooperativismo”.

Tendo como objetivos compreender o sistema alemão de parcerias entre universidades e cooperativas, construir o modelo de universidade empreendedora com vistas a cooperativas e criar instrumentos de avaliação do impacto da universidade cooperativa na tríplice hélice, o professor utilizará as metodologias de pesquisa quali-quanti, estudo de casos múltiplos, entrevistas, dados secundários e observação participante.

Inovação e desenvolvimento tecnológico
Na linha de pesquisa de Economia, o professor Aziz Eduardo Calzolaio está desenvolvendo o projeto “Inovação e Desenvolvimento Tecnológico no contexto Cooperativista”. O objetivo é prospectar as políticas públicas que podem incentivar a inovação das cooperativas, bem como aquelas já utilizadas por estas organizações, entender como os incentivos governamentais dirigidos ao setor produtivo funcionam e qual o potencial dessas políticas no crescimento das cooperativas de diversos ramos e divulgar políticas públicas que aperfeiçoem e potencializem a mudança tecnológica e a absorção de conhecimentos das ICT pelas cooperativas.

Para isso, o estudo contará com diversos passos como descrever o processo de interação entre universidades e as cooperativas; identificar as cooperativas que se relacionam com universidades; verificar se essa interação está tornando as cooperativas mais abertas a novas ideias (educação do aprendizado) e ampliando o conhecimento de seus colaboradores e elaborar um guia explicativo de como as cooperativas podem relacionarem-se com as ICT para obterem conhecimento que as auxiliem a inovar.

O projeto tem como principal foco, estudar como otimizar os aspectos positivos e minimizar os negativos na intercooperação em redes de cooperativas agroindustriais da cadeia do leite. Para isso, serão utilizadas as metodologias de identificação dos casos e das unidades de análise, levantamento de informações das redes e cooperativas estudadas, elaboração do questionário de pesquisa e validação do questionário de pesquisa.

Compartilhar: