Percepções de gestores e proposições de métricas em cooperativas serão investigadas em estudo

 Projeto de pesquisa do professor Carlos de Oliveira foi aprovado pelo Conselho Acadêmico e Administrativo

 

Nas cooperativas, a inovação não se limita apenas à introdução de novos produtos ou tecnologias, mas abrange práticas e processos que agregam valor aos cooperados, aos clientes e contribuem com a sociedade. É o que defende o professor da Escoop, Carlos Alberto Oliveira de Oliveira, que teve o projeto de pesquisa sobre indicadores de inovação, em cooperativas, aprovado pelo Conselho Acadêmico e Administrativo.

 

O estudo tem previsão de início ainda este mês e busca, além dessa análise, identificar os indicadores de inovação em uso nas cooperativas e desenvolver proposições de indicadores de inovação apropriados ao contexto das organizações cooperativas. A pesquisa terá apoio do Sistema Ocergs, que ajudará no acesso aos representantes das coops gaúchas para entrevistas, e, no final, receberá um relatório com os resultados.

 

A pesquisa contará também com dois pesquisadores visitantes do Sistema Ocergs: o gerente de Inteligência de Dados, Cássio Triches, e a analista de Desenvolvimento Cooperativista, Laís Schaedler Maurer. Interessados, da comunidade externa da Escoop, em participar da pesquisa ou saber mais podem entrar em contato pelo e-mail secretaria@escoop.edu.br.

 

As aprovações estão alinhadas ao Objetivo Finalístico 5 do Sescoop/RS, que visa disseminar o conhecimento e incentivar a pesquisa no cooperativismo. O projeto é financiado pela Escoop, por meio de recursos do Sescoop/RS, promovendo assim o avanço do conhecimento e práticas no cooperativismo e fortalecendo o modelo de negócio.

 

 

Quer saber mais?

Entre em contato pelo e-mail: relacionamento@escoop.edu.br e saiba mais detalhes.

CONFIRA TAMBÉM