2015_09_19_Vice_Min_Agricultura_Agricultura_0028_L

Em visita ao Estado do Rio Grande do Sul, o vice-ministro da Agricultura e Alimentação da Alemanha, Robert Kloss, e sua comitiva estiveram nesse sábado (19/9) pela manhã na Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo – Escoop, para assistir à apresentação do projeto de biogás desenvolvido pela Cooperativa Languiru por meio do acordo de cooperação bilateral entre a Confederação das Cooperativas da Alemanha (DGRV) e o Sistema Ocergs-Sescoop/RS, e conhecer as dependências e a estrutura da instituição de ensino superior mantida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado do Rio Grande do Sul (Sescoop/RS).

O presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius, fez o discurso inicial e deu as boas-vindas ao vice-ministro da Agricultura da Alemanha. Na sequência, foi a vez do vice-presidente da Languiru, Renato Kreimeier, que destacou os 60 anos comemorados pela Cooperativa agropecuária. O dirigente falou da linha diversificada de atuação da Cooperativa de Teutônia, com negócios na área de aves, suínos, leite, comercialização de combustíveis, supermercado, entre outras.

Com uma equipe de 35 técnicos que trabalham em contato diário com os produtores, a Cooperativa tem como uma de suas metas a permanência do jovem na região, oferecendo aos associados 16 opções de negócios para atuação. Além disso, Kreimeier também reforça a importância dos investimentos feitos pela Languiru na educação e na qualificação dos associados. “Quanto maior o grau de instrução de ensino/escolaridade maior é a produção (resultado)”, explicou o vice-presidente da Cooperativa.

Na Cooperativa Languiru, o produtor associado gera uma receita anual 13,46 vezes maior do que a média nacional. Esse cenário se reflete no aumento do faturamento da Cooperativa nos últimos anos, que em 2015 deve ultrapassar R$1 bilhão.

Parceria que dá certo

Dentro desse cenário de crescimento e expansão dos negócios realizados pela Languiru, Kreimeier ressaltou o trabalho do Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul (Ocergs) no fortalecimento do cooperativismo no âmbito das políticas públicas.

O dirigente também agradeceu e enfatizou a importância do apoio que a Cooperativa tem recebido do Sistema Ocergs-Sescoop/RS e dos parceiros do projeto de cooperação bilateral entre o Brasil e Alemanha, com o envolvimento da DGRV e o Ministério de Agricultura e Alimentação da Alemanha. Nesse contexto, Kreimeier falou sobre as vantagens do projeto de biogás desenvolvido pela Languiru por meio do acordo de cooperação bilateral entre a DGRV e o Sistema Ocergs-Sescoop/RS.

O vice-presidente da Cooperativa teutoniense salientou que uma das vantagens é a geração de bioenergia, com a possibilidade de transformar os dejetos em energia para a Cooperativa. “Estamos pensando em ampliar o projeto do biogás para outras unidades”, afirmou Kreimeier sobre a possibilidade de ampliação do uso do biogás como fonte de energia elétrica para a Languiru. O dirigente também destacou as possibilidades de melhoria de gestão e administração, bem como a abertura de negócios com empresas alemãs como vantagens e benefícios dessa parceria.

Projeto Piloto de Biogás da Languiru

Após a explanação do vice-presidente da Languiru, o engenheiro ambiental da Cooperativa de Teutônia, Tiago Feldkircher, tratou de explicar o funcionamento do sistema e os avanços técnicos obtidos através do projeto de cooperação bilateral entre o Sistema Ocergs-Sescoop/RS e a DGRV. Segundo Feldkircher, o acordo de cooperação entre as entidades possibilitou à Languiru o acesso à tecnologia alemã, que permitiu que a Cooperativa, que antes apenas realizava a queima do biogás, pudesse utilizar o mesmo para geração de energia.

O engenheiro ambiental da Languiru disse que o acordo possibilitou à Cooperativa resolver um outro problema que ela encontrava, referente à destinação correta da grande quantidade de dejetos presentes em uma área pequena.

Vergilio Perius demonstra o panorama do Cooperativismo no RS

Na sequência, o presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius, explanou sobre os números e o cenário do cooperativismo no Rio Grande do Sul. Com evolução de 82% nos últimos seis anos, o faturamento do segmento cooperativista foi um dos pontos destacados pelo presidente do Sistema, que ressaltou a força do ramo Agropecuário, representado no Estado por 138 cooperativas, 293 mil associados e 32,5 mil empregados.

Outro ponto destacado pelo presidente do Sistema Cooperativista Gaúcho foi o crescimento do número de associados e empregados do Rio Grande do Sul, que conta atualmente com 2,6 milhões de associados e 58,4 mil empregos diretos.

Além de apresentar os números que representam a expressão do cooperativismo no RS, Perius tratou de elogiar a relação do número de associados e empregados da Languiru, que possui cerca de 40 mil envolvidos direta ou indiretamente com a Cooperativa. O presidente do Sistema também enalteceu o crescimento do faturamento da Languiru, que em 2015 deve superar a marca de R$1 bilhão.

Sobre o acordo de cooperação bilateral entre o Sistema e a DGRV, Perius ressaltou os três pilares centrais da parceria institucional: Formação, com a qualificação de técnicos e lideranças, bem como o desenvolvimento de recursos humanos de acordo com as necessidades reais; Auditoria, com melhoria das auditorias interna e externa e qualificação dos auditores; e Negócios, com promoção de contatos e relações econômicas com organizações alemãs.

Escoop: Case de Sucesso

Primeira instituição de ensino superior do Brasil voltada exclusivamente ao ensino, pesquisa e extensão em Cooperativismo, a Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo – Escoop foi apresentada pelo diretor geral da instituição, Derli Schmidt.

Em sua fala, Schmidt falou sobre a importância do intercâmbio da Escoop com a academia alemã, bem como as parcerias acadêmicas desenvolvidas pela instituição de ensino superior com universidades da Alemanha, que propiciou a vinda de profissionais para lecionarem aulas nos cursos realizados na Escoop.

Projeto bem sucedido

Após assistir as apresentações dos representantes brasileiros e do coordenador do projeto de cooperação da DGRV, Arno Boerger, que explicou o funcionamento do acordo de cooperação entre o Sistema Ocergs-Sescoop/RS e a DGRV, Robert Kloss elogiou o trabalho realizado pelas entidades e o projeto desenvolvido. “Nunca vi um projeto tão bem sucedido e que criasse relações de parceria tão fortes quanto este que vi aqui”.

A reunião também contou com a presença do presidente da Casa Cooperativa Sunchales (Argentina), Raúl Colombetti; da presidente da Fetrabalho/RS, Margaret Garcia da Cunha; do diretor de Projetos Internacionais da DGRV, Christoph Plessow; do gerente de Formação Profissional do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Helio Loureiro de Oliveira; do assistente administrativo da Ocergs, Matheus Loro; da analista analista técnica da Formação Profissional, Diene Ludwig, além de representantes da Cooperativa Languiru e do Ministério de Agricultura e Alimentação da Alemanha.

2015_09_19_Vice_Min_Agricultura_Agricultura_0086_L

Compartilhar: